Black Clover – O PRIMEIRO EPISÓDIO!

Bom, vamos começar esse nosso post de Black Clover falando do enredo, logo depois passaremos pelo audiovisual, algumas referências interessantes e então terminaremos pelas minhas considerações finais. De uma pessoa que nunca leu a sinopse do anime em sites de terceiros, teremos agora uma sinopse sem interferências, baseado apenas na minha opinião, e no que eu vi do anime até agora, ou seja, o primeiro episódio.
 Sinopse:

Em um mundo de fantasia onde a grande maioria das pessoas sabem usar magia é normal receber um grimório ao completar 15 anos de idade. Nesse mundo, um garoto de cabelo cinza chamado Asta encontra-se distante de seu sonho de se tornar um Mago Rei, por não possuir magia alguma, e por não ter conseguido o seu grimório. Mas ele não desistirá de seu sonho mesmo não possuindo magia.


Enredo

Como já dito mais acima, Asta é o nosso protagonista, porém vários outros personagens foram focados nesse primeiro episódio, mas antes de falarmos dos personagens vamos falar do mundo e do ambiente onde esses indivíduos vivem.

Esse é um mundo medieval com fantasia, a magia é existente a altamente presente nesse mundo, até então apenas o nosso protagonista não sabe usá-la, todos os demais apresentados a nós moram em uma espécie de igreja/orfanato dentro de um povoado de agricultores. E é neste local que moram Asta, Yuno (o irmão de Asta), a “Irmã”, o Padre, e mais algumas crianças coadjuvantes com um pouco de regalias, mas que ao longo da história acredito não ter muita relevância.

Asta e Yuno são órfãos que não tiveram seus pais revelados na trama, porém o Padre os acolheu enquanto ainda bebês. 15 anos se passaram e Asta por não conter magia dentro de si, treina o seu lado físico, já Yuno tem grande magia e controle sobre a mesma, ao menos no primeiro episódio os dois parecem dividir o protagonismo dentro do anime. Asta como o lado extrovertido/impaciente e sem nenhum pingo de senso comum e Yuno (só o Yuno mesmo) contemplando o enredo do anime até aqui, os dois vão receber seus grimórios, porém apenas Yuno consegue utilizá-lo, enquanto Asta é menosprezado por toda a vila e e por todos os outros que conseguiram seus grimórios. A partir daí a história desenrola-se de forma um pouco precária e com clichês usados de maneira seca e sem originalidade.

Audiovisual

Confesso que para o audiovisual fiquei um tanto devido, o áudio é muito bem elaborado com seus efeitos sonoros, músicas, dubladores, e ruídos característicos da série. Foi tudo muito bem, a obra está editada e encaixada em seus devidos lugares, a música atmosférica com baixo volume em determinados momentos do episódio deixam as coisas bem mais leves ou bem mais pesadas para a nossa imersão.

Já no vídeo/animação os efeitos visuais deixam um pouco a desejar com seu 3D pouco imersivo e com quebra de expectativa aos olhos já que vai contra o 2D predominante na série. Porém em outras partes o 3D é muito bem feito e encaixado em curtos momentos do episódio onde ficam bem menos notáveis que se tratam de efeitos digitais.

Referências

1ª - Fairy Tail
A história do anime se passa em um mundo de fantasia medieval com magia, muita magia diga-se de passagem, então não pude deixar de perceber a semelhança. Um mundo onde tudo se planta, tudo se colhe e suas tecnologias são movidas a magia, grande parte desse mundo é mágico assim como o mundo de Black Clover. Há várias construções e pelo que eu vi, esqueletos de monstros, demônios, magos, artefatos, etc podem ser encontrados neste mundo. Por isso fica aqui esta referência, que pode ter servido de base ou não para esse anime.

2ª - Naruto
O protagonista é um berrador profissional, porém 5 vezes mais, Asta também é uma pessoa inquieta, imatura e menosprezada pela sua “ vila”, algo me diz que ao anime andar com seu enredo o protagonista mostrará para que veio ao mundo de forma tão ou mais clichê que Naruto.

3ª - Fullmetal Alchemist
Essa é a referência que na minha opinião foi a mais baseada para o anime Black Clover, o protagonista é nanico e sabe ser irritante quando quer, tem um irmão que é o exato oposto e que cuida dele. Além de todos os efeitos visuais mostrados no anime que lembram bastante Fullmetal Alchemist tanto na forma da animação quanto em cores.

Considerações Finais

Apesar dos clichês característicos de shounens, e de uma porrada de animes parecidos que talvez tenham sido base das referências desse anime, o mesmo é uma boa pedida para quem gosta de shounen com conceitos que não saiam muito às regras já impostas pelo gênero. Tanto as músicas atmosféricas quanto as trilhas normais têm espaço dentro da animação, já os efeitos visuais deixam bastante a desejar principalmente quando são inseridos aos efeitos digitais. 
O enredo não é algo fora da curva, mas também não é algo comum ao ponto de ficarmos em telhados com a saga dos personagens, a geração de empatia com os personagens é bastante rápida, o primeiro episódio não é algo que recebeu expectativas, colocando a animação na média dos shounens.

Em primeiro momento não sei se isso é um anime que chegaria a ser muito bom, assim como não sei se não faria a menor diferença em nossas vidas, o fato é que para quem assistiu, está assistindo ou ainda vai assistir, este é mais um anime shounen com fantasia que pode vir a ser um clássico em um futuro próximo. Porém no dado momento ele é só mais um anime que deu seu ar da graça, cativou seu espectador e terminará de uma forma não tão envolvente para quem já está acostumado com essas histórias.

PS: O mangá é atualmente publicado no Brasil pela Editora Panini e o anime (com 131 episódios lançados até o momento deste artigo) disponível via streaming pela Crunchyroll, contendo até mesmo seus primeiros episódios dublados em português.

NOVO JOGO de Sword Art Online é ADIADO!


A Bandai Namco Entertainment anunciou hoje (27/04) que o jogo Sword Art Online: Lycoris está adiado para o dia 9 de julho nas plataformas XBOX One e PlayStation 4, e para 10 de julho na Steam. O jogo estava programado para lançar no dia 21 de maio no Japão. A Bandai Namco disse que é para proteger seus funcionários devido a pandemia do Covid-19. 

A desenvolvedora não avisou se a data de lançamento nos outros países irá mudar também, mas é provável que sim, já que o lançamento no resto do planeta era apenas um dia depois do lançamento japonês.

A base da história do game é a mesma do arco Alicization na série original, mas o jogo desvia da história a partir de certo ponto e cria uma história própria, com a supervisão do autor original, Reki Kawahara.

Sinopse:

Pela primeira vez, os jogadores podem experimentar o enredo de anime de SWORD ART ONLINE em formato de jogo com SWORD ART ONLINE Alicization Lycoris! Jogue com o protagonista Kirito e mergulhe em “Underworld”, um misterioso mundo virtual que se passa no arco Alicization do anime com intensa ação de batalha, gráficos deslumbrantes de RPG japonês e um amplo mundo para explorar, sua jornada por SWORD ART ONLINE, o mais atual jogo com vários jogadores online em realidade virtual, está pronta para começar!

A light novel e mangás de Sword Art Online estão disponíveis oficialmente para compra no Brasil pela Editora Panini, e o anime é apresentado via streaming na Crunchyroll, inclusive com dublagem em português. Na Netflix as duas primeiras temporadas do anime estão disponíveis aos assinantes.

Fonte e Imagem: Anime News Network

AkibaCast - S01/EP01 | Os Animes e Mangás na Pandemia!

A cada 2 semanas a equipe da Rede Akiba e convidados se reunirão para conversar sobre as novidades do mundo Otaku em um bate-papo descontraído e ao mesmo tempo informativo.

Neste episódio de estreia a equipe se junta à distância neste podcast focado em um debate sobre a sobrevivência das editoras de mangás no Brasil em meio a atual pandemia mundial do novo Coronavírus (Covid-19) e o aumento da demanda por streaming de animes. Além disso, relembramos alguns animes onde uma epidemia ou pandemia foram as causas das desgraças que ocorreram no Japão e no mundo através destas obras. 
E-mail: redeakiba@gmail.com

Clique na imagem abaixo para ouvir o episódio no Spotify!



ENTENDA o ANIME The Royal Tutor!


Vamos introduzir The Royal Tutor antes de começar a review, já que, provavelmente, você não conhece esta obra-prima.

The Royal Tutor é sobre Heine Wittgenstein, um anão de cabelos vermelhos que é contratado ao posto de tutor real no Reino de Glanzreich.

Ele tem que lidar com quatro príncipes de personalidades peculiares, e deles eu vou falar agora!


Leonhard é o segundo mais novo. Ele tem bonitos cabelos loiros, que escondem a personalidade mais problemática de todos. Ele tem negação aos estudos, por traumas enormes com os outros tutores (não é spoiler, isso é coisa do episódio 3). Além disso, ele tenta fazer os outros se rebelarem contra Heine. Ele é energético, teimoso, tem alguns traços mimados e tem muita determinação. Dá pra ver que um personagem é bom quando ele tem uma personalidade tão complexa, extensa, cativante e um desenvolvimento ótimo.


Licht é o mais novo dos príncipes, o último na linha de sucessão ao trono, tem cabelos loiros com mechas rosadas e é um "playboy". Consegue ser muito calculista e inteligente, se escondendo atrás de uma fachada frágil, é um "gentleman" de primeira, tendo (literalmente) um harém nas suas costas. Ele é quase tão complexo quanto Leonhard, a "backstory" dele é fantástica, principalmente no episódio sobre Mitter Meyer, é simplesmente sensacional o tempo de tela pra desenvolvimento que esse cara recebe.


Bruno é o segundo mais velho. Usa óculos, tem olhos azuis escuros, um cabelo chanel loiro e uma cara fechada. É um prodígio genial. Tira notas incríveis, já escreveu vários artigos em várias áreas, como história, ciência e aritmética. Deu uma prova de 100 questões à Heine, todas sobre aritmética, vindo da cabeça dele, e conseguiu corrigir. É um violinista incrível, um jogador profissional de xadrez e um ótimo estrategista. Tem muito afeto por Heine, já que ele foi o único tutor que superou ele.


Kai é o mais velho dos príncipes. Tem mechas brancas misturadas com loiras, colorindo seu maravilhoso cabelo espetado. Kai tem uma cara fechada e uma aura muito misteriosa e maldosa, só que por dentro é uma pessoa gentil, feliz, calmo e apaixonado por coisas fofas. Ele brinca muito com Adele e o cachorro dela, Shadow. É comum vê-lo deitado perto de uma árvore brincando com uma bola junto à Adele e Shadow. Também é muito complexo, tem o melhor desenvolvimento entre os irmãos, já que é progressivo, e a cada episódio ele vai se abrindo mais emocionalmente.


Adele é a irmã de 5 anos deles. Ela tem uma personagem comum para uma criança. Brincalhona, feliz, etc. Mas é mais calma que o comum, e é uma das poucas pessoas que não tem medo do Kai, interagindo muito com ele.

Agora, sem mais delongas, vamos falar da parte mais chata: quesitos técnicos!

A direção deste anime é muito boa e profissional. O diretor fez muitos ângulos que caíram como uma luva para adicionar ao clima das cenas, a iluminação dos personagens e também dos cenários é perfeita, simplesmente impecável.

Falando em cenários, é tudo muito perfeccionista, bonito, artístico e detalhado. Eu amo a arte deste anime, ela ajuda muito no clima que o anime quer passar.

Os personagens, como eu disse acima, são todos desenvolvidos, complexos e fantásticos. Eles também são incrivelmente únicos, dá pra distinguir a personalidade um do outro facilmente. Além do design deles ser bem-iluminado, cheio de detalhes, criativo, com cores (de cabelo e de uniforme) que ajudam a caracterização deles e também são cativantes, pelo fato deles serem humanos que evoluem com suas experiências na vida, e suas personalidades também ajudam.

O plot ajuda muito a caracterização, desenvolvimento, evolução e experiência de nossos protagonistas. Além dele ter sido perfeito pra um bom e revelador foreshadowing (prenúncio). O plot sério e a comédia balancearam muito bem, isso é louvável.

A animação é flúida, o design é consistente e detalhado. A animação não se destaca tanto, apesar da fluidez, já que os outros quesitos são tão fantásticos que fazem você esquecer a animação pra admirar o que está sendo passado neles.

A mensagem que o anime quis transmitir é muito bonita. Ficando preso em casa, mesmo que estude, nunca conseguirá aprender. O verdadeiro aprendizado, é a mistura do livro e da experiência que você ganha lá fora. Na rua, na cidade, no ar puro. É simplesmente sensacional.

A opening é fantástica, muito bem ritmada e com uma melodia supimpa. Além da voz nos trinques de Sakamoto Shougo, e da letra muito bonita (que veio a combinar com o clima do final do anime).

O veredito final? Acho que vocês já sabem. The Royal Tutor: Nota 10.

Para os que quiserem se aventurar nessa obra, o anime de 2017 e o filme-continuação (lançado em 2019) da série estão disponíveis no Brasil pelo serviço de streaming da Crunchyroll.

Imagens: OneHallyu

Sword Art Online: Alicization War of Underworld é ADIADO PARA JULHO!


O website oficial para Sword Art Online anunciou que o arco War of Underworld, a terceira parte da terceira temporada, será adiado para a Temporada de Julho em decorrência do COVID-19.

War of Underworld é o último arco de Sword Art Online, e tinha sua estreia anunciada para 25 de Abril de 2020. Ele iria estrear nas plataformas Crunchyroll, HIDIVE, Hulu e Funimation.

Sinopse de Sword Art Online original:

Em 2022, um jogo de VRMMORPG chamado Sword Art Online foi lançado. Com o Nerve Gear, um capacete que estimula os cinco sentidos do usuário através de seu cérebro, os jogadores podem controlar seus personagens no jogo com suas mentes. Tanto o jogo como o NerveGear foram criados por Kayaba Akihiko.
Em 6 de novembro de 2022, 10.000 jogadores entraram pela primeira vez em SAO e, depois, descobriram que são incapazes de sair. Kayaba aparece e diz aos jogadores que eles devem vencer todos os 100 andares de Aincrad, um castelo de aço que é o cenário de SAO, se quiserem sair do jogo. Aqueles que sofrem mortes no jogo ou tentam forçosamente retirar o NerveGear fora do jogo sofrerão mortes na vida real.

Bem, Sword Art Online foi um dos maiores e mais populares animes do gênero "Isekai" inspirando várias outras obras. O sucesso da primeira temporada inspirou duas outras temporadas com vários arcos. A temporada atual, Alicization, é a terceira temporada de Sword Art Online.

No Brasil, a light novel e mangá de Sword Art Online estão sendo publicadas pela Editora Panini, enquanto que o anime é transmitido em terras brasileiras pelo serviço de streaming da Crunchyroll, contendo inclusive temporadas com dublagem em português do Brasil.

MELHORES ANIMES da Temporada de Janeiro 2020 segundo a AKIBA!

Com o fim da Temporada de Inverno 2020 no Japão decidi perguntar à nossa equipe quais foram os melhores animes da última temporada e porque, eis aqui as respostas deles e a minha também:



Takashi (Antônio Medeiros Lopes) | ADM: "Murenase! Seton Gakuen, também conhecida como Seton Academy: Join the Pack! Eu já acompanhava o mangá e estava bem ansioso para poder assisti-lo nessa última temporada, teve seus altos e baixos, eu sempre me identifiquei com o protagonista, um cara sério que não queria estar alí mas foi obrigado a ter de aguentar 'colegas' pra lá de chatos e estranhos. No fim tem uma leve lição de convivência pra refletir. Eu recomendo."




Neko Kirame (Elisson Santos) | ADM: "'Magia Record: Mahou Shoujo Madoka Magica Gaiden' ou simplesmente 'Madoka Magica Side History'. Para mim que gosto de shoujo foi um deleite para as minhas expectativas. 
Já que tinha visto o anime que antecedeu a esta obra, fiquei apreensivo com o que viria para esta temporada, depois que vi todo o anime, fiquei aliviado que fizeram um bom trabalho apesar de não serem as personagens principais do original (porém elas ainda estavam no enredo) foi 'fácil' me apegar ao conflito que assolava a protagonista.
O design dos personagens foi bem elegante ao manter o traço do original porém com 'atualizações' as cores ficaram mais vivas seguindo cada vez mais a lógica mundial do design, além das 'Bruxas' ficarem menos estranhas à proposta da animação (acertaram a mão dessa vez).
No geral um bom anime que fez juz a sua predecessora, mas gostaria de deixar minha menção honrosa à Somali to Mori, um drama/fantasia que ganhou meu coração logo no 1º episódio!"


Imagem: Wallpaper Abyss

Saito | Locutor: "Kyokou Suiri, um anime de ficção, mistério e drama, onde a protagonista é muito fodona e já se declara pro cara que gosta nos primeiros episódios. Fora que ela não tem 1 das pernas e 1 olho, e ainda o nome dela é Kotoko. Obs. O escritor gosta do Brazil e elogiou nosso jeito zuero BR HUE."

Imagem: Wallpaper Cave

Jojô (Jordanna Maria) | Voz da Akiba: "Para mim é Ishuzoku Reviewers. Até hoje ainda (sim, ainda!) não terminei de ver, mas certeza que é o que mais gostei.
Tem tudo de melhor em um anime ecchi, na minha opinião. Um monte de garotas monstros, que mexem com qualquer um, bastante comédia, extravagante e ousado. Enfim, uma anime que é melhor ver com os próprios olhos do que imaginar só por ler sobre ele. E fato comprovado que ele chegou mesmo pra estremecer o mundo dos animes, foi ele ter sido cancelado da TV kkkk Incrível! Melhor anime entre os que vi da temporada até agora :) E é isso. Espero ter ajudado. Tchau!"


Imagem: Wallpaper Cave

Seven (Pietro Fernandes) | Redator: "Eizouken foi o melhor da temporada. A direção é fantástica, premissa é interessante, personagens são cativantes e bem-construídos, é um anime com personalidade, bem excêntrico, o design é consistente por ser simples e ainda bonito, a trama é bem-escrita e interessante, e o final é belíssimo."


Imagem: Wallpaper Abyss

Hiro | Reviewer: "O máximo dessa temporada que eu vi foi a quarta temporada de Boku no Hero, que continuou lançando nessa temporada, apesar de ter começado na última... Mas eu amo Boku no Hero, e é um anime bem fácil de assistir e acessível, então pode ser ele mesmo, kk"

Roger Ventura (Roger Willian Góis) | Locutor: "Caraca, me lasquei animes da temporada Inverno/Janeiro 2020 eu não vi nenhum ainda ;-;"

E isso é tudo pessoal, se você não assistiu alguns dos animes acima citados da temporada passada, corra pra conferir, pois se é recomendação da nossa equipe, ruim é que não vai ser jamais! Até a próxima temporada!

Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba vai ganhar FILME!


Uma livestream recente revelou o trailer, visual, equipe envolvida e a data de lançamento do longa-metragem em anime entitulado Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-Hen (Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba - The Movie: Mugen Train).

O filme, que será lançado em 16 de outubro, será uma sequência direta para a série em anime de Kimetsu no Yaiba. A Aniplex of America fez a live-stream e divulgou o trailer com legendas em inglês pouco tempo depois.

Os dubladores principais da série anime estarão todos retornando para o filme. A TOHO e a Aniplex estarão cuidando da distribuição do filme.


Sinopse da série em anime:

Ambientada no Japão durante o Período Taishō, a história gira ao entorno de Tanjirō Kamado, um garoto bondoso e inteligente que vive junto com sua mãe e seus irmãos, ganhando dinheiro vendendo carvão, assim como seu falecido pai. Certo dia, ao voltar para casa após ter ido a uma cidade vender carvão, Tanjirō descobre que toda sua família fora atacada por demônios, sendo que uma de suas irmãs, Nezuko, é a única que sobreviveu ao ataque. Nezuko então passa a ser um demônio, mas ela surpreendentemente ainda demonstra sinais de emoções e pensamentos humanos. Tanjirō decide então se tornar um caçador de demônios, e com a ajuda de Nezuko, passa a sair em jornadas pelo Japão a fim de impedir que a mesma tragédia que afetou sua família aconteça com outras pessoas, enquanto que ele busca uma maneira de tornar Nezuko humana novamente.

O anime está disponível oficialmente no Brasil pela Crunchyroll e o mangá já teve seus dois primeiros volumes publicados pela Panini.

Imagem: Wallpaper Abyss 
Fonte: Anime News Network

Por que Honzuki wa Gekokujou é TÃO BOM sendo a VERBA TÃO BAIXA?


Sinopse:

Motosu Urano, uma estudante universitária amante de livros que acabou de obter a sua certificação de bibliotecária e deveria entrar no trabalho dos seus sonhos depois da formatura, foi morta durante um terremoto que a esmagou sob uma pilha da sua própria coleção de livros.
Desejando a reencarnação para poder ler ainda mais, ela reencarnou num mundo com um baixo nível de alfabetização e pouquíssimos livros, limitados apenas à nobreza do mundo. Como ela reencarnou como uma filha de cinco anos de um soldado humilde, Myne, não importa o quanto ela queira ler, não há como ter livros por perto. Se não há livros, então o que fazer? Escrever, é claro… Com o objetivo de se tornar uma bibliotecária, não importa o que aconteça… ela começa a fazer os livros.


E bem, eu começo essa review falando que o anime é absurdamente fantástico. Ele pode começar meio arrastado, principalmente por que ele tem esse ritmo mais lento no começo, e até mesmo eu tinha essa impressão que a jornada estava andando em círculos. Eu até cheguei a encostar ele, deixar ele de lado, por que não aguentava mais. Só que, quando eu voltei, tive uma ótima surpresa.

O anime melhora em todos os aspectos. Você conhece mais os personagens e se cativa a eles, o roteiro passa a ficar bem mais interessante, a história toma um rumo surpreendente e que te força a continuar vendo, o universo em que se passa Honzuki wa Gekokujou é mais ambientado e construído, você sabe mais sobre o funcionamento daquela sociedade, então é realmente muito bom.

A partir do Episódio 7, o anime foi só melhorando, numa crescente quase infinita. A história finalmente começou a andar na direção certa, e essa parte compensa bastante pela primeira parte, que também é boa, mas bem maçante.

E o anime ser tão bom me surpreende: já que a produção visual parece ter sido feita com R$ 200,00. Eu não estou falando mal da equipe, dá pra ver que eles estavam trabalhando com carinho e gostando de trabalhar na obra, mas eu estou falando da produtora que parece não ter disponibilizado 50 centavos pra verba do anime. A direção não tem muitos recursos, mas o esforço do diretor é notável: o anime tem uma ambientação fantástica. O design simples mas consistente é outro sinal que eles estavam trabalhando muito bem com a pouca verba que tinham.

A equipe de Honzuki wa Gekokujou merece muitas palmas, pois fez o seu trabalho muito bem, de forma competente. Honzuki wa Gekokujou cativou muita gente, inclusive eu.

No Brasil o anime foi ao ar no final de 2019 pelo serviço de streaming da Crunchyroll e nesta Temporada de Primavera ganha uma segunda temporada.

Nota Final: 8/10

Imagem: Wallpaper Abyss

Peças Teatrais de BEASTARS, Tate no Yuusha, Haikyuu e Outros Animes CANCELADAS!


O website da 2.5 Dimension revelou nesta semana que estará cancelando várias peças teatrais baseadas em animes devido a Pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19). Algumas dessas peças incluem obras como Tate no Yuusha, Haikyuu e Beastars. Aí vai a lista de cancelamentos:

• Peça Teatral de A3! que seria exibida de 24 de abril a 10 de maio em vários teatros. (P.S: Obras teatrais de A3! eram muito importantes, pois o anime é sobre teatro, e a protagonista é a diretora de uma trupe em reconstrução, então isso era fundamental para o marketing do anime.)

• Peça Teatral de Haikyuu que seria exibida em vários teatros de Hyogo, Miyagi, Fukuoka, Osaka e Tóquio até maio.

• Peça Teatral de Durarara!! que iria de abril à maio em várias cidades japonesas.

A conta oficial do Twitter para a peça teatral de Tate no Yuusha no Nariagari anunciou no dia 3 de abril que a peça foi adiada indeterminadamente.

O musical de Hakuoki também anunciou no dia 1º de abril que iria cancelar todos os eventos do musical por tempo indeterminado.

Por fim, a conta do Twitter para a peça teatral de BEASTARS anunciou que a peça está cancelada. Mas a equipe ainda está discutindo se é melhor adiar ou cancelar ainda.

Imagem: Reddit

Anunciado LIVE-ACTION para o anime EIZOUKEN!


O projeto em live-action para Keep Your Hands Off Eizouken pode não ser feito por animação, mas ainda é um show sobre animes e sua magia, e não perde sua premissa ótima apenas por isso.

O filme estreará no dia 15 de maio, enquanto a série live-action de 6 episódios chegará às TVs em 5 de abril pela MBS e 7 de abril na TBS. Esses anúncios foram feitos através do perfil oficial do anime no Twitter.

O mangá original segue Midori Asakusa, Misuzaki Tsubame e Kanamori Sayaka, um trio energético que cria um Clube de Audiovisual na sua escola, mas que por dentro tem o objetivo de fazer animes. Asakusa tem medo de fazer animes sozinha pois só sabe fazer cenários, e então conhece Misuzaki por coincidência do destino para fazer os personagens e consegue a ajuda de Kanamori na questão financeira.

O anime foi feito pelo estúdio Science SARU, sob a direção do renomado diretor Masaaki Yuasa, que já fez títulos como Devilman Crybaby e Ping Pong The Animation.

O anime começou no dia 5 de janeiro na estação de TV Japonesa NHK terminando em 22 de março com 12 episódios lançados no total.

O anime é considerado por muitos o melhor da Temporada de Janeiro, mesmo com um começo meio arrastado. A obra compensa bastante o seu começo meio lento, e consegue encaixar um ritmo e história bons.

O anime está disponível oficialmente no Brasil através do serviço Crunchyroll.

Imagem: IMDb

ANUNCIADA 5ª TEMPORADA de Boku no Hero Academia!


No final do 88º episódio de My Hero Academia, foi revelado que o anime terá uma 5ª temporada. O teaser no final contém o protagonista, Izuku Midoriya, dizendo que "algo novo está prestes a despertar".

A 4ª temporada da série estreou no dia 12 de outubro de 2019. Funimation, Hulu e Crunchyroll estão fazendo streaming do anime.

A primeira temporada estreou em abril de 2016, com 13 episódios. A segunda veio em abril de 2017 e a terceira em abril de 2018, ambas com 25 episódios.

O autor original, Kouhei Horikoshi, publica o mangá na revista Weekly Shounen Jump da Editora Shueisha desde julho de 2014. No Brasil o mangá é publicado pela Editora JBC.

A história segue Izuku Midoriya, um menino que nasceu sem individualidade em mundo que é normal tê-los, mas mesmo assim sonha em se tornar um super-herói. Após ajudar o maior herói do mundo, que fica fraco depois de um tempo por causa de um ferimento, a capturar um vilão, este compartilha os seus poderes, o One for All, com Izuku depois de reconhecer o seu valor e o ajuda a se matricular em uma escola para heróis em formação.

Imagem: Wallpaper Abyss

Crunchyroll irá Streamar REBOOT DE DIGIMON ADVENTURE!


A Crunchyroll anunciou, nesta sexta-feira, que irá fazer o streaming do mais novo reboot de Digimon Adventure.

O reboot será lançado primeiro no sábado nessas partes do mundo:

América do Norte, América Central, Caribe, América do Sul, Europa, Oriente Médio, África do Norte, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul.

O anime irá ser lançado em terras japonesas no domingo e se passará em 2020, acompanhando Taichi Yagami em seu 5º Ano do Ensino Fundamental.

Sinopse:

“É o ano de 2020. A Rede tornou-se algo indispensável para a vida dos humanos. Mas o que eles não sabem é que, por trás da Rede, existe um mundo de luz e trevas conhecido como o Mundo Digital, habitado pelos Digimons. Quando Taichi Yagami tenta salvar sua mãe e sua irmã que estão a bordo de um trem desgovernado, ele entra na plataforma... e um estranho fenômeno o leva para o mundo digital. Ele e outros Digiescolhidos encontram seus parceiros Digimons e viajam em um mundo desconhecido!"

A nostalgia de rever Digimon Adventure, mesmo com as mudanças na história, levou os fãs e antigos telespectadores de anime ao delírio.

Imagem: Crunchyroll
Fontes: Anime News Network e Crunchyroll.

MANGÁ de One Piece alcança 470 MILHÕES DE CÓPIAS impressas mundialmente!


O mangá de Eiichiro Oda, One Piece, alcançou 470 milhões de cópias impressas mundialmente. Esse total inclui 390 milhões de cópias apenas nas terras japonesas, onde foi originada a obra. Fora do Japão, One Piece imprimiu 80 milhões de cópias em 42 territórios distintos.

Em Março de 2010, One Piece conseguiu imprimir 3 milhões de cópias do mesmo Volume 57, batendo recorde.

Esse recorde foi batido várias vezes por volumes posteriores, culminando no primeiro volume de um mangá na história que teve quatro milhões de cópias impressas com o Volume 64, em Novembro de 2011.

É bem raro ver pessoas que não conheçam One Piece, mas talvez você não saiba do que a obra se trate. E é por isso que eu irei sanar sua dúvida, pois está aí a sinopse de One Piece:

Gol D. Roger era conhecido como o Rei dos Piratas. Ele conquistou tudo na vida: fortuna, fama e poder. Suas últimas palavras antes de ser executado inspiraram homens do mundo inteiro a se lançarem ao mar : "O meu tesouro? Podem ficar com ele, se quiserem... Mas vão ter que procurá-lo. Deixei tudo naquele lugar!". E assim Roger criou a Grande Era dos Piratas.

Passados 22 anos, um garoto chamado Monkey D. Luffy, usuário da Gomu Gomu no Mi, parte em busca do seu sonho: achar o One Piece e se tornar o Rei dos Piratas, que é o título da pessoa que vai conquistar o mundo. Luffy terá de juntar uma tripulação forte no East Blue, o mar mais fraco de todos. Aparecerão muitos inimigos poderosos em seu caminho.

O anime está disponível no serviço de streaming da Crunchyroll oficialmente aqui no Brasil, o mangá também foi publicado pela Editora Panini.

Postagens mais antigas Página inicial